29 de abr de 2007

25 de abril

33 anos da Revolução dos Cravos
Excepcionalmente, não estou postando um vídeo de animação neste domingo. Faço isso, para homenagear os amigos de Portugal que no último dia 25 de abril comemoraram os 33 anos da Revolução dos Cravos que perfumou o país com os ares democráticos.

Em 1975, o cantor e compositor Chico Buarque compôs a primeira versão de “Tanto Mar” onde felicitava o povo português pela conquista e lamentava a ditadura que nós vivíamos.

A censura brasileira na época vetou a letra da canção e em 1978 Chico fez uma nova versão que considero muito melhor e mais poética que a primeira.

Veja o vídeo onde Chico canta a versão de “Tanto mar” que pudemos conhecer por aqui.

(Primeira versão de 1975)*

Sei que estás em festa, pá
Fico contente
E enquanto estou ausente
Guarda um cravo para mim

Eu queria estar na festa, pá
Com a tua gente
E colher pessoalmente
Uma flor do teu jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Lá faz primavera, pá
Cá estou doente
Manda urgentemente
Algum cheirinho de alecrim

* Letra original, vetada pela censura; gravação editada apenas em Portugal, em 1975.


2 comentários:

Anônimo disse...

Que linda canção! O Chico estava mesmo inspirado e muito indignado com o que vivíamos aqui no Brasil. Felizmente a história mudou, mas ainda têm muitos resquícios de ditadura em nossa política. O que podemos fazer para mudar esse quadro?
Um abraço,
Paula

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Cleber:

Obrigado pela tua evocação do 25 de Abril.
Nem imaginas o carinho, significado e a importância que os verdadeiros portugueses e democratas dão a essa data.
Foi uma transição das "trevas" para a "luz".
Forte abraço,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...